Author Topic: Fr. Cardozo open letter to SSPX priests and faithful  (Read 5294 times)

0 Members and 1 Guest are viewing this topic.

Offline Matthew

  • Mod
  • *****
  • Posts: 23002
  • Reputation: +20146/-243
  • Gender: Male
Fr. Cardozo open letter to SSPX priests and faithful
« on: May 14, 2012, 01:35:19 PM »
  • Thanks!0
  • No Thanks!0
  • Fr. Cardozo

    Open letter to my fellows priests, faithful and friends.

    Reading the letter of three Bishops of the Society to the General House and the response of this one by Bishop Fellay and his followers, (this letter has more or less the same mistakes that the ones expressed by Dom Gérard, Bishop Rifan and Father Muñoz) I want to express:


    1 º Our total adhesion to the SPPX and to his Founder and therefore my absolute support to the three Bishops who remain faithful to the work of Archbishop Lefebvre in whom I place my obedience.


    2 º My disregard for the authority of Bishop Fellay, due his obstinacy and deviation from the principles of the founder, and for all who share his position to hand over Rome; my rejection to the position of Bishop Fellay founded on his political views deviated from the “Yes, yes- no, no” of the Gospel and also deviated from the principles given by Archbishop Lefebvre.


    3 º Our absolute rejection to any agreement with the modernist Rome, at which this bishop, BF, is dragging us shamelessly in a suicide operation, ignoring the advice of:

    a) Our Fouder

    b): His three fellow Bishops.

    c) Several priests over the past few years, who objected with good reason the steps taken towards the communion with a church  defined as "post-conciliar" and non-Catholic, who is the enemy of Our Lord and of his universal kingdom; and ended up expelled or resigned to avoid ending up in the unfortunate situation in which we are placed today.


    4 For this reason, I make an appeal to the three bishops who remain faithful and have the authority bequeathed by the founder, to take charge of the fraternity to avoid dismantling and dispersal.

    5 ° I call upon the faithful members who still keep loyalty, faithfulness and obedience to our founder, to clearly and effectively support our three loyal bishops and remove the support to all the obsequious followers who have allowed with his consent, cooperation and silence the current state of things leading to the irremediable division of the Fraternity.


    Because we are confirmed, we are soldiers or Christ the King; we made the anti-modernist oath prior to our ordination, for not to end up in the perjury and apostasy, I urge everyone to take a tough stance on tradition, to direct our efforts to support the defense of the Society, safely boat in which many goals have been reached and in which we have survived the apostasy of our times, while waiting for a real and complete conversion of the Pope and the Eternal Rome.

    Confident in the consecration once made by our religious family to the Immaculate Heart of Mary, let’s fight with Her and for Her until the end, Amen.

    Father E.J.J.Cardozo
    Start your Amazon.com session by clicking this link, and my family and I get a commission on your purchase!

    Offline Telesphorus

    • Hero Member
    • *****
    • Posts: 12714
    • Reputation: +7/-12
    • Gender: Male
    Fr. Cardozo open letter to SSPX priests and faithful
    « Reply #1 on: May 14, 2012, 01:38:14 PM »
  • Thanks!0
  • No Thanks!0
  • Is there a link to this, or was it only posted on Ignis Ardens?


    Offline Cristian

    • Jr. Member
    • **
    • Posts: 444
    • Reputation: +65/-0
    • Gender: Male
    Fr. Cardozo open letter to SSPX priests and faithful
    « Reply #2 on: May 14, 2012, 02:52:24 PM »
  • Thanks!0
  • No Thanks!0
  • Quote from: Telesphorus
    Is there a link to this, or was it only posted on Ignis Ardens?


    I think it was originally posted here http://www.spessantotomas.com/2012/05/carta-aberta-do-rev-p-ernesto-javier.html#more
    or here
    http://radiocristiandad.wordpress.com/2012/05/14/carta-de-dimision-del-p-ernesto-cardozo/

    It is both, in Spanish and in Portuguese.

    Offline Matthew

    • Mod
    • *****
    • Posts: 23002
    • Reputation: +20146/-243
    • Gender: Male
    Fr. Cardozo open letter to SSPX priests and faithful
    « Reply #3 on: May 14, 2012, 04:22:11 PM »
  • Thanks!0
  • No Thanks!0
  • Quote from: Telesphorus
    Is there a link to this, or was it only posted on Ignis Ardens?


    B.
    Start your Amazon.com session by clicking this link, and my family and I get a commission on your purchase!

    Offline SeanJohnson

    • Hero Member
    • *****
    • Posts: 4429
    • Reputation: +4002/-1316
    • Gender: Male
    Fr. Cardozo open letter to SSPX priests and faithful
    « Reply #4 on: May 14, 2012, 05:59:05 PM »
  • Thanks!0
  • No Thanks!0
  • Is Fr. Cordozo an SSPX priest?
    Romans 5:20 "But where sin increased, grace abounded all the more."

    -I retract any and all statements I have made that are incongruent with the True Faith, and apologize for ever having made them-


    Offline MaterDominici

    • Owner's Wife
    • Mod
    • *****
    • Posts: 4931
    • Reputation: +3672/-68
    • Gender: Female
    Fr. Cardozo open letter to SSPX priests and faithful
    « Reply #5 on: May 14, 2012, 06:10:20 PM »
  • Thanks!0
  • No Thanks!0
  • Quote from: Seraphim
    Is Fr. Cordozo an SSPX priest?


    He was an SSPX priest. He has been suspended. There is mention of it in another thread here somewhere.
    "If I could only make the faithful sing the Kyrie, the Gloria, the Credo, the Sanctus and the Agnus Dei ... that would be to me the finest triumph sacred music could have, for it is in really taking part in the liturgy that the faithful will preserve their devotion. I would take the Tantum ...

    Offline Maria Auxiliadora

    • Full Member
    • ***
    • Posts: 1368
    • Reputation: +1322/-128
    • Gender: Female
    The love of God be your motivation, the will of God your guiding principle, the glory of God your goal.
    (St. Clement Mary Hofbauer)

    Offline Maria Auxiliadora

    • Full Member
    • ***
    • Posts: 1368
    • Reputation: +1322/-128
    • Gender: Female
    Fr. Cardozo open letter to SSPX priests and faithful
    « Reply #7 on: May 14, 2012, 08:30:46 PM »
  • Thanks!0
  • No Thanks!0
  • Quote from: Marie Auxiliadora
    http://radiocristiandad.files.wordpress.com/2012/05/mons-lefebvre-padre-cardozo-1988.jpg


    This  is a picture of Fr. Cardozo and Mons. Lefebvre 1988, from an email from Radio Cristiandad.

    Fr. Cardozo was expelled Yesterday from the SSPX in S.A after he spoke against the deal between Rome and Bishop Fellay during his sermon on the 5th Sunday after Easter, May 13, 2012. His sermon was delivered with much humility and charity, but also with much courage. He also wrote the open letter posted above.

    The love of God be your motivation, the will of God your guiding principle, the glory of God your goal.
    (St. Clement Mary Hofbauer)


    Offline MaterDominici

    • Owner's Wife
    • Mod
    • *****
    • Posts: 4931
    • Reputation: +3672/-68
    • Gender: Female
    Fr. Cardozo open letter to SSPX priests and faithful
    « Reply #8 on: May 14, 2012, 11:18:37 PM »
  • Thanks!0
  • No Thanks!0
  • Any additional information about Fr. Cardozo and/or any official statements of the Benedictines in Brazil may be posted here.
    "If I could only make the faithful sing the Kyrie, the Gloria, the Credo, the Sanctus and the Agnus Dei ... that would be to me the finest triumph sacred music could have, for it is in really taking part in the liturgy that the faithful will preserve their devotion. I would take the Tantum ...

    Offline Neil Obstat

    • Hero Member
    • *****
    • Posts: 18160
    • Reputation: +8250/-634
    • Gender: Male
    Fr. Cardozo open letter to SSPX priests and faithful
    « Reply #9 on: May 15, 2012, 08:21:43 AM »
  • Thanks!0
  • No Thanks!0
  • I suggest some adjustments [in brackets] to the text of the Letter:

    Quote from: Matthew
    Fr. Cardozo
    Open letter to my fellows priests, faithful and friends.

    Reading the letter of three Bishops of the Society to the General House and the response of this [author to] Bishop Fellay and his followers, (this letter has more or less the same mistakes that the ones expressed by Dom Gérard, Bishop Rifan and Father Muñoz)[(?)] I want to express:


    1º Our total adhesion to the SPPX and to [its] Founder and therefore my absolute support [for] the three Bishops who remain faithful to the work of Archbishop Lefebvre[,] in whom I place my obedience.

    2º My disregard for the authority of Bishop Fellay, due [to] his obstinacy and deviation from the principles of the founder, and [my disagreement with] all who share his position to hand over [the SSPX to] Rome; my rejection [of] the position of Bishop Fellay founded on his political [views, because they deviate] from the “Yes, yes- no, no” of the Gospel and [because they also deviate] from the principles given [to us] by Archbishop Lefebvre.

    3º Our absolute rejection [of] any agreement with [] modernist Rome, [toward] which this bishop, BF, is dragging us shamelessly in a suicide operation, ignoring the advice of:

    a) Our [Founder]

    [b)] His three fellow Bishops.

    c) Several priests over the past few years, who objected with good reason [to] the steps taken towards [] communion with a church [manifestly characterized] as "post-conciliar" and non-Catholic, [which] is the enemy of Our Lord and of his universal kingdom; and [which priests later were] expelled or [else they] resigned[,] to avoid ending up in the unfortunate situation in which we are placed today.

    [4º] For this reason, I make an appeal to the three bishops who remain faithful and have the authority bequeathed by the founder, to take charge of the fraternity to avoid dismantling and dispersal.

    5° I call upon the faithful members who [maintain] loyalty, faithfulness and obedience to our founder, to clearly and effectively support our three loyal bishops and remove the support to all the obsequious followers [of +BF] who have allowed with his consent, cooperation and silence the current state of things leading to the irremediable division of the Fraternity.


    Because we are confirmed, we are soldiers [of] Christ the King; we [took] the anti-modernist oath prior to our ordination, [so as] not to end up in [] perjury and apostasy[.] I urge everyone to take a tough stance on tradition, [in order] to direct our efforts to support the defense of the Society[ -- which has served as a life boat] in which many goals have been reached and in which we have survived the apostasy of our times, while waiting for a real and complete conversion of the Pope and [] Eternal Rome.

    Confident in the consecration once made by our religious family to the Immaculate Heart of Mary, let’s fight with Her and for Her until the end, Amen.

    Father E.J.J.Cardozo


    Matthew:
    If you would be so kind as to approve this edition of the Letter, or else make whatever corrections you think are appropriate, it might be of benefit for readers. Portugese is a bit challenging to translate into English. I'm just looking at the English version, and the typos are bothersome to me. This is an important letter, and making it properly worded could make some difference to the cause.

    Note: I put a question mark after the one sentence, (this letter has more or less the same mistakes that the ones expressed by Dom Gérard, Bishop Rifan and Father Muñoz)[(?)], because I find myself lost at what is being said there.. Were there other letters? What "mistakes" were expressed elsewhere? What "mistakes" in this letter does this sentence refer to? How can we know what a mistake is and what a typo is, and what was written but not intended? Try as I may, I have no idea. Thus the question mark.
    .--. .-.-.- ... .-.-.- ..-. --- .-. - .... . -.- .. -. --. -.. --- -- --..-- - .... . .--. --- .-- . .-. .- -. -.. -....- -....- .--- ..- ... - -.- .. -.. -.. .. -. --. .-.-.

    Offline Guga

    • Newbie
    • *
    • Posts: 77
    • Reputation: +132/-0
    Fr. Cardozo open letter to SSPX priests and faithful
    « Reply #10 on: May 15, 2012, 11:00:36 AM »
  • Thanks!0
  • No Thanks!0
  • Homily of Father Cardozo at  Santa Cruz Monastery, Nova Friburgo, Brazil.

    Anyone could translate it?
    ---------------------------------------


    Queridos irmãos, queridos fiéis:

    Saí de Deus e vim ao mundo. Sair de Deus. Nosso Senhor está claramente mostrando a sua divindade. Sair de Deus e não ser Deus é impossível. Cristo é Deus. Cristo, o Filho de Deus, consubstancial ao Pai. E veio ao mundo, veio ao mundo para quê? Para cumprir o plano de redenção. Para mostrar-nos, para revelar-nos a doutrina de Deus. É por isso que a nossa santa religião é do Céu. É por isso que a nossa santa religião não é invenção humana. É por isso que ela é divina. É por isso que se não aceitarmos a nossa santa religião não alcançaremos a salvação. E é por isso que, para salvar a divindade de Cristo, para salvar a sua santa religião, é que nós devemos defender esta santa religião.

    Quando na catequese, por vezes se diz às crianças - para ter uma idéia do que é Deus –, imaginem vocês que nós não podemos estar a olhar para o sol por muito tempo, não conseguimos olhar para o sol por muito tempo. E o sol, essa magnífica estrela, é uma das tantas, das tantas, que Deus criou. E se, por alguma situação pudéssemos, nós pequeninos, chegar mais perto do sol, e olhar dentro do sol, imagine esta coisa. O que seria? Fantástico! Magnífico! Ver esta massa incandescente de calor, de luz! E quando você fala essas coisas para as crianças do catecismo, as crianças abrem, abrem os olhos e consideram e pensam: que coisa grande seria chegar perto do sol! E olhar o sol de perto. Poder olhar o sol, poder olhar as entranhas mesma do sol.

    Bom, se isso nos admira, como será olhar o mesmo Deus que criou o sol? O que será chegar tão perto de Deus que possamos olhar para Deus? Por isso, queridos fiéis, meditar sobre a divindade de Cristo é fantástico. É maravilhoso. E Monsenhor Lefebvre tem uma frase que me impactou muito. Monsenhor Lefebvre diz “que coisa é mais oposta à divindade de Cristo que um ato ecumênico?” Certo! Aquela gente que faz um ato ecumênico é por que não acredita na divindade de Cristo, não acredita. Cristo é [para eles] igual a um Buda, um Maomé, e assim por diante... e isso choca, não pode ser.

    Quando alguém tem claro, quem é Cristo, a divindade de Cristo e que Cristo veio para revelar a Sua verdade, Sua doutrina. É que não encontro uma maneira de combinar essa situação. E coloco o exemplo do ecumenismo, porque é um exemplo que tivemos há pouco tempo, em meados de outubro houve outro encontro ecumênico em Roma e mais uma vez repetiram-se as blasfêmias contra a divindade de Cristo.

    Hoje se completam 95 anos da primeira aparição de Nossa Senhora em Fátima. E por que a Santíssima Virgem em Fátima, disse à Irmã Lúcia, quando depois conta o segredo de Fátima em 13 de julho e, depois a Virgem faz uma aparição à Irmã Lúcia em Pontevedra, e lhe disse que o Papa tem que revelar o segredo em 1960? O mais tardar em 1960. Por que essa data de 1960? Por que não 1955 ou 70? Finalmente, todos os especialistas em Fátima concordam que o ano de 1960 foi o ano em que o Papa João XXIII anunciou a abertura do Concílio Vaticano II. E aí começa o grande desastre. Aí começa toda esta situação de crise na Igreja. Esta situação que leva uma dupla de bispos grandes como leões, valentes como leões - Mons. Lefebvre e Mons. de Castro Mayer -, a querer combater pela verdade, defender a verdade católica contra todo o turbilhão modernista, que a partir deste Concílio especialmente, se faz dono da Igreja, invade a Igreja de Cristo e perturba a Igreja de Cristo. Assim começa o combate pela Tradição.

    Assim, chegamos aos dias de hoje, onde lamentavelmente lemos a carta do Superior Geral da Fraternidade São Pio X em resposta à carta que os três outros bispos - Mons. de Galarreta, Mons. Williamson e Mons. Tissier - escreveram para ele alertando sobre os riscos gravíssimos que está para colocar a congregação.
    Se vocês lessem esta carta, iriam saber que ela tem uma semelhança terrível com a carta que Dom Gerard escreve ao Monsenhor Lefebvre defendendo o acordo que faz com Roma. Ela tem uma semelhança terrível com a carta do padre Rifan em sua época escreve defendendo suas relações com Roma. E o mesmo acontece com o padre Muñoz, Oasis, etc.

    Essa carta de Mons. Fellay necessariamente nos põe na mesma circunstância em que se pôs este convento, em seu momento, de enfrentar-se este convento com o Barroux. Assim que o mesmo Mons. Fellay disse que, sim, já há uma divisão, a divisão já está feita.

    Dom Tomás trouxe a mim uma carta. Eu não conhecia esta carta. Pareceu-me magnífica e muito a propósito do tempo em que vivemos.
    Esta carta foi escrita por Mons. Lefebvre a Dom Tomás em 18 de agosto de 1978. E mudem [o nome] Dom Gerard e coloquem [o de] Dom Fellay e vai ser a mesma coisa.

    Nesta parte Monsenhor Lefebvre diz:

    “Dom Gerard, nas suas declarações, coloca o que lhe foi concedido e aceita pôr-se debaixo da obediência da Roma modernista que permanece fundamentalmente anti-tradicional, o que motivou o meu afastamento. Ele queria ao mesmo tempo guardar a amizade e o apoio dos tradicionalistas, o que é inconcebível. Ele nos acusa de “resistencialismo”. Eu bem o avisei, mas sua ação já havia sido tomada havia muito tempo e ele não quis mais escutar conselhos. As conseqüências agora são inevitáveis: mas não teremos mais nenhuma relação com Barroux e avisamos a todos os nossos fiéis para que não ajudassem mais a uma obra que a partir de agora está nas mãos de nossos inimigos, dos inimigos de nosso Senhor e de Seu Reino Universal. As irmãs beneditinas estão angustiadas. Elas vieram e eu as aconselhei o que lhes aconselho igualmente: - e isto eu sublinho - guardar”.
    Em outras palavras, Monsenhor Lefebvre aconselha a Dom Tomás, (ouçamos este conselho, porque é para todos nós) «guardar sua liberdade e recusar todos os laços com esta Roma modernista».

    Isto é o que devemos fazer, queridos fiéis. Que a Santíssima Virgem de Fátima nos dê a fidelidade à Santa Igreja Católica, a fidelidade ao combate pela santa Tradição, fidelidade para que possamos guardar a fé e alcançar a salvação de nossas almas. Ave Maria Puríssima.


    Offline Guga

    • Newbie
    • *
    • Posts: 77
    • Reputation: +132/-0
    Fr. Cardozo open letter to SSPX priests and faithful
    « Reply #11 on: May 15, 2012, 11:07:51 AM »
  • Thanks!0
  • No Thanks!0
  • Quote from: Guga
    Homily of Father Cardozo at  Santa Cruz Monastery, Nova Friburgo, Brazil.

    Anyone could translate it?

    Source: http://www.spessantotomas.com/2012/05/transcricao-do-sermao-do-padre-ernesto.html
    ---------------------------------------


    Queridos irmãos, queridos fiéis:

    Saí de Deus e vim ao mundo. Sair de Deus. Nosso Senhor está claramente mostrando a sua divindade. Sair de Deus e não ser Deus é impossível. Cristo é Deus. Cristo, o Filho de Deus, consubstancial ao Pai. E veio ao mundo, veio ao mundo para quê? Para cumprir o plano de redenção. Para mostrar-nos, para revelar-nos a doutrina de Deus. É por isso que a nossa santa religião é do Céu. É por isso que a nossa santa religião não é invenção humana. É por isso que ela é divina. É por isso que se não aceitarmos a nossa santa religião não alcançaremos a salvação. E é por isso que, para salvar a divindade de Cristo, para salvar a sua santa religião, é que nós devemos defender esta santa religião.

    Quando na catequese, por vezes se diz às crianças - para ter uma idéia do que é Deus –, imaginem vocês que nós não podemos estar a olhar para o sol por muito tempo, não conseguimos olhar para o sol por muito tempo. E o sol, essa magnífica estrela, é uma das tantas, das tantas, que Deus criou. E se, por alguma situação pudéssemos, nós pequeninos, chegar mais perto do sol, e olhar dentro do sol, imagine esta coisa. O que seria? Fantástico! Magnífico! Ver esta massa incandescente de calor, de luz! E quando você fala essas coisas para as crianças do catecismo, as crianças abrem, abrem os olhos e consideram e pensam: que coisa grande seria chegar perto do sol! E olhar o sol de perto. Poder olhar o sol, poder olhar as entranhas mesma do sol.

    Bom, se isso nos admira, como será olhar o mesmo Deus que criou o sol? O que será chegar tão perto de Deus que possamos olhar para Deus? Por isso, queridos fiéis, meditar sobre a divindade de Cristo é fantástico. É maravilhoso. E Monsenhor Lefebvre tem uma frase que me impactou muito. Monsenhor Lefebvre diz “que coisa é mais oposta à divindade de Cristo que um ato ecumênico?” Certo! Aquela gente que faz um ato ecumênico é por que não acredita na divindade de Cristo, não acredita. Cristo é [para eles] igual a um Buda, um Maomé, e assim por diante... e isso choca, não pode ser.

    Quando alguém tem claro, quem é Cristo, a divindade de Cristo e que Cristo veio para revelar a Sua verdade, Sua doutrina. É que não encontro uma maneira de combinar essa situação. E coloco o exemplo do ecumenismo, porque é um exemplo que tivemos há pouco tempo, em meados de outubro houve outro encontro ecumênico em Roma e mais uma vez repetiram-se as blasfêmias contra a divindade de Cristo.

    Hoje se completam 95 anos da primeira aparição de Nossa Senhora em Fátima. E por que a Santíssima Virgem em Fátima, disse à Irmã Lúcia, quando depois conta o segredo de Fátima em 13 de julho e, depois a Virgem faz uma aparição à Irmã Lúcia em Pontevedra, e lhe disse que o Papa tem que revelar o segredo em 1960? O mais tardar em 1960. Por que essa data de 1960? Por que não 1955 ou 70? Finalmente, todos os especialistas em Fátima concordam que o ano de 1960 foi o ano em que o Papa João XXIII anunciou a abertura do Concílio Vaticano II. E aí começa o grande desastre. Aí começa toda esta situação de crise na Igreja. Esta situação que leva uma dupla de bispos grandes como leões, valentes como leões - Mons. Lefebvre e Mons. de Castro Mayer -, a querer combater pela verdade, defender a verdade católica contra todo o turbilhão modernista, que a partir deste Concílio especialmente, se faz dono da Igreja, invade a Igreja de Cristo e perturba a Igreja de Cristo. Assim começa o combate pela Tradição.

    Assim, chegamos aos dias de hoje, onde lamentavelmente lemos a carta do Superior Geral da Fraternidade São Pio X em resposta à carta que os três outros bispos - Mons. de Galarreta, Mons. Williamson e Mons. Tissier - escreveram para ele alertando sobre os riscos gravíssimos que está para colocar a congregação.
    Se vocês lessem esta carta, iriam saber que ela tem uma semelhança terrível com a carta que Dom Gerard escreve ao Monsenhor Lefebvre defendendo o acordo que faz com Roma. Ela tem uma semelhança terrível com a carta do padre Rifan em sua época escreve defendendo suas relações com Roma. E o mesmo acontece com o padre Muñoz, Oasis, etc.

    Essa carta de Mons. Fellay necessariamente nos põe na mesma circunstância em que se pôs este convento, em seu momento, de enfrentar-se este convento com o Barroux. Assim que o mesmo Mons. Fellay disse que, sim, já há uma divisão, a divisão já está feita.

    Dom Tomás trouxe a mim uma carta. Eu não conhecia esta carta. Pareceu-me magnífica e muito a propósito do tempo em que vivemos.
    Esta carta foi escrita por Mons. Lefebvre a Dom Tomás em 18 de agosto de 1978. E mudem [o nome] Dom Gerard e coloquem [o de] Dom Fellay e vai ser a mesma coisa.

    Nesta parte Monsenhor Lefebvre diz:

    “Dom Gerard, nas suas declarações, coloca o que lhe foi concedido e aceita pôr-se debaixo da obediência da Roma modernista que permanece fundamentalmente anti-tradicional, o que motivou o meu afastamento. Ele queria ao mesmo tempo guardar a amizade e o apoio dos tradicionalistas, o que é inconcebível. Ele nos acusa de “resistencialismo”. Eu bem o avisei, mas sua ação já havia sido tomada havia muito tempo e ele não quis mais escutar conselhos. As conseqüências agora são inevitáveis: mas não teremos mais nenhuma relação com Barroux e avisamos a todos os nossos fiéis para que não ajudassem mais a uma obra que a partir de agora está nas mãos de nossos inimigos, dos inimigos de nosso Senhor e de Seu Reino Universal. As irmãs beneditinas estão angustiadas. Elas vieram e eu as aconselhei o que lhes aconselho igualmente: - e isto eu sublinho - guardar”.
    Em outras palavras, Monsenhor Lefebvre aconselha a Dom Tomás, (ouçamos este conselho, porque é para todos nós) «guardar sua liberdade e recusar todos os laços com esta Roma modernista».

    Isto é o que devemos fazer, queridos fiéis. Que a Santíssima Virgem de Fátima nos dê a fidelidade à Santa Igreja Católica, a fidelidade ao combate pela santa Tradição, fidelidade para que possamos guardar a fé e alcançar a salvação de nossas almas. Ave Maria Puríssima.

    Offline Elizabeth

    • Hero Member
    • *****
    • Posts: 4847
    • Reputation: +2190/-7
    • Gender: Female
    Fr. Cardozo open letter to SSPX priests and faithful
    « Reply #12 on: May 18, 2012, 03:50:35 PM »
  • Thanks!0
  • No Thanks!0
  • Quote from: MaterDominici
    Quote from: Seraphim
    Is Fr. Cordozo an SSPX priest?


    He was an SSPX priest. He has been suspended. There is mention of it in another thread here somewhere.


    This is really depressing.  Am I correct to understandthat the suspension happened almost immediately without an investigation?


    Offline Jim

    • Jr. Member
    • **
    • Posts: 235
    • Reputation: +61/-1
    • Gender: Male
    Fr. Cardozo open letter to SSPX priests and faithful
    « Reply #13 on: May 18, 2012, 04:15:12 PM »
  • Thanks!0
  • No Thanks!0
  • I may give a very very rough translation tomorrow.

    Offline Guga

    • Newbie
    • *
    • Posts: 77
    • Reputation: +132/-0
    Fr. Cardozo open letter to SSPX priests and faithful
    « Reply #14 on: May 18, 2012, 08:57:34 PM »
  • Thanks!0
  • No Thanks!0
  • Quote from: Elizabeth
    Quote from: MaterDominici
    Quote from: Seraphim
    Is Fr. Cordozo an SSPX priest?


    He was an SSPX priest. He has been suspended. There is mention of it in another thread here somewhere.


    This is really depressing.  Am I correct to understandthat the suspension happened almost immediately without an investigation?



    Just got the information that he was not suspended yet mostly because he is a thorn in Bishop Fellay's side since he is well liked by many worldwilde.

    It seems he will pass a good period of time at the Benedictine Monastery http://www.sspxasia.com/Documents/Society_of_Saint_Pius_X/Vocations/Mens-Communities/Chap-1-Benedictine-Monks-(Brazil).htm

     

     

    Sitemap 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16