Read an Interview with Matthew, the owner of CathInfo

Author Topic: Campos:Que Aconteceu  (Read 1035 times)

0 Members and 1 Guest are viewing this topic.

Offline Centroamerica

  • Sr. Member
  • ****
  • Posts: 2559
  • Reputation: +1542/-425
  • Gender: Male
Campos:Que Aconteceu
« on: July 12, 2014, 11:26:53 AM »
  • Thanks!0
  • No Thanks!0
  • Campos- Que Aconteceu?
    Maio 2002

    Caros amigos e benfeitores,

    Nesta carta do fevereiro passado apresentamos a caída que foi concluído em Janeiro do bispo da Tradição e os sacerdotes de Campos nas garras de Roma neo-modernista. Aquela caída foi uma decepção pra Fraternidade São Pio X, ficando sozinha na luta pra Santa Fe que proclamam juntos por 20 anos. Para explicar essa caída eu acho que vale a pena apresentar uma análise que me enviou um sacerdote que fica em Brasil e é um amigo da Fraternidade e era por muito tempo um amigo dos padres de Campos. Isso é o que escreveu:

    "Eu já tinha preparado um post de um  estudo feito por um de nossos sacerdotes sobre a tema das declarações deles agora comparado com o que antes ensinaram. A pesar disso não chega ao centro do problema. Em minha opinião o centro do problema se trata de uma falta da visão admirável de Mons. Lefebvre.

    "O Arzobispo conseguiu uma visão geral bem equilibrada do problema da Igreja, que foi a sua experiência e espirito de oração, as virtudes e graças recebidos de Deus. Dom Antonio de Castro Mayer se aproximava o Arzobispo no últimos anos, mas parece que os sacerdotes de Campos não tinham a sabedoria de seu bispo ou seja sua humildade. Em minha opinião os sacerdotes de Campos voltaram pra atras por que eles tem outra perspectiva da crise na Igreja.

    "Permitem-me explicar: ate as consagrações de 1988 a reação de Dom Antonio sobre a crises foi curiosa. Podemos dizer que ele foi legalístico em parte que sempre queria seguir a letra da lei. Por exemplo depois de terminar de ser o bispo da dioceses de Campos, Dom Antonio não deu ordenes sagradas aos mais sacerdotes aparte de só um depois das consagrações de 1988. E também por outra parte podemos dizer que ele tinha uma tendência favorecendo uma opinião sedevacantista, por exemplo quando ele falou sobre João Paolo II dizendo que 'quem não pertence ao corpo da Igreja não pode ser a cabeça'.

    "Mons. Lefebvre sabia desta dupla tendência de Dom Antonio e por isso falou sobre o legalismo do bispo. 'Bispo de Castro Mayer deve entender que hoje temos que "tornarmos ilegais [ilícitos]", se seja necessário (um comentário entendido, obviamente no contexto presente), e sobre a tendência de sede vacantismo Mons. Lefebvre falou, 'Se não fosse para mim o bispo de Castro Mayer seria um sede-vacantista, mas para não se separe de nos ele precisa não aceitar essa postura de sede-vacantismo'.

    "Eu acho que o Arzobispo tinha razão. Dom Antonio estava com duas tendências de legal-ismo e sedevacantismo. A amizade de Mons. Lefebvre  moderou essas duas tendências e fez capaz ao Dom Antonio para manter uma postura bem sano e corajoso. Não obstante me parece que os sacerdotes de Campos nunca abandonaram esses dois entendimentos errados do problema de hoje por que me parece que eles pensam como os sedevacantistas: 'Se João Paolo II é papa, devemos lhe obedecer. Se não lhe vamos obedecer, devemos declarar que ele não é papa'....

    "Os sacerdotes de Campos tem falta desta visão em minha opinião. Eles tem umas perspectivas muito simples da crise. Que está causando eles a deixar de lutar? É que eles nunca julgaram a crise do mesmo jeito do Arzobispo ou pode ser que embaixo da influencia de outros entre eles, aconteceu que voltaram para atras e deixaram o bom caminho Dom Antonio tinha embarcado antes de falecer.....com certeza eles sempre ficaram com distancia entre eles e a Fraternidade."

    Fim da análises da caída da Tradição por um sacerdote que é amigo da Fraternidade em Brasil. É uma análises com bastante lesões e lembranças de como esta crise já com 40 anos de destruição.

    Primeiramente, vamos relativizar o criticismo de Dom Antonio implícito nesta análises por lembrando seus realizações enormes que esta análises não tinha possibilidade de produzir.

    Quando o Segundo Concilio Vaticano começou ele tinha 56 anos e foi o bispo normal da pequena dioceses de Campos que fica 3 horas norte de Rio de Janeiro viajando por carro. Durante o Concilio ele sempre lutou contra a revolução neo-modernistica  tentando derramar a Igreja, e depois do Concilio ele não permitiu que sua dioceses seguisse a nova religião. Quando Papa Paolo VI impôs a nova missa em 1969 Dom Antonio resistiu ele a seu rosto respeitavelmente e permitiu que seus sacerdotes continuaram oferecendo a Missa verdadeira. O bom bispo foi seguido nesta fidelidade à antiga religião por a maioria dos sacerdotes e pessoas dele assim que entre milhes de dioceses da Igreja em todo o mundo só a dioceses dele ficou essencialmente católica e as outras caíram (objetivamente)  em apostasia.

    Em 1981 com 75 anos ele tentou renunciar. Para ser o seu sucessor a nova igreja mandou um bispo destruidor para pulverizar a dioceses tradicional. Foi neste momento que Dom Antonio e seus sacerdotes fieis começaram afiliar-se com a Fraternidade na política de re-construir ao lado da igreja oficial mas não afora da Igreja Católica. Sub o liderado dele os sacerdotes construíram novas igrejas ao lado das igrejas  da paróquia onde eles tinham servido agora ocupadas pela nova religião.

    E então a defesa heróica da Fe de Dom Antonio continuou em Campos ate que ele morreu em 1991, com seus sacerdotes fieis unidos ao seu leito de morte. Se ele tivesse vivido mais não tem duvida que ele tivesse seguido no mesmo que era durante 1981 a 1991. Não tem duvido que que seus sacerdotes continuariam ao seu lado. Assim como foi, foram dez anos para cair-se neste corrente magnético e poderoso de "obediência a Roma".

    Precisava lembrar esta fidelidade única e grande beneficio de Dom Antonio de Castro Mayer para que entendem que a análises citada do sacerdote acima não foi para desprezar dele. Certo que não foi. Mas a análises nos lembra do poder imenso da apostasia de 1960s que ate um bispo excelente também considerou as soluções falsas de legalismo e sedevacantismo pelos 1970s e com ajuda do um grande Arzobispo, ele conseguiu equilibrar-se Católico por todos os 80s.

    Que uma apostasia pode levar milhões de católicos e milhes de sacerdotes e centenas de bispos bem essa é a resulta da apostasia. Mas isso- (como a análises citada acima sugere e eu acho que é certo)- ate mesmo um clérigo da qualidade de Dom Antonio foi indeciso depois do Concilio é o testemunho de ambos a força vulcânica de tudo o que estava por trás do referido Concilio-(e eu acho que é certa a análises)-e também testemunho dos dons extraordinários e sabedoria de Mons. Lefebvre.

    Seja longe de mim para entrar em um culto de personalidade, ou declarar que Mons. Lefebvre foi infalível ou impecável. No entanto, os frutos se manifestam para informarmos o quanto que Deus nos deu com ele e que tanto uma graça de Deus para ter um Arzobispo assim. A orientação do seu exemplo fez capaz a um sábio bispo companheiro para manter as cabeças dos padres de Campos acima da água, mas agora que os dois bispos estão mortos, os sacerdotes caíram nas águas de apostasia- que descansem em paz!

    Mas eles não podem descansar em paz. Já mantém uma postura que contradiz tudo o que eles tinham declarado e feito durante os últimos 20 anos. Eles já não podem dar nada mais que o mesmo fruto do Concilio, e enquanto isso eles tinham escandalizado e alienado todos os católicos da Tradição.

    E a pesar disso, a Fraternidade esta continuando seguindo a posição de Mons. Lefebvre dando fruto católico como eu tinha observado nas viagens recentes às Filipinas e a Alemanha. Nas Filipinas, agora temos vários centros pra Missa todos bem atendidos por católicos achando ou achando de novo a Fe verdadeira, por enquanto que as famílias que assistem a Santa Missa em nossos centros de Alemanha estão finalmente aparecendo com grande números de crianças. Alemanha precisava um tempo por que a "cultura" contra o nascimento tem sido muito forte mas a Fe sempre é vitoriosa no final. Na Europa que esta dedicada à morte, este crescimento dos números de crianças é como um milagre, mas ninguém que entende o poder da Fe pode ser surpreendido.

    Na Roma também dedicada tanto assim à morte continua perseguindo a Fraternidade e a vai impedir se puder. O cardeal Castrillón Hoyos falou recentemente à imprensa Italiana que a maioria da Fraternidade é composta de muitos leigos, sacerdotes, e bispos razoáveis que querem re-unir com Roma enquanto que uma minoria "difícil e fanática" tal vez vai continuar "em cisma acreditando que eles possuem a verdade e esquecendo-se que onde há Pedro ai esta a Igreja". E ainda o Cardeal nega que ele esta tentando dividir a Fraternidade!

    Uno pode rezar pelo Cardeal, quanto pelos sacerdotes de Campos, mas falando humanamente, podemos temer que apenas aumentarão em cegueira. Senhor, tende piedade-sobre todos nós!

    Na sessão doutrinal do seminário do 30 de julho ate o 3 de agosto vamos estudar estas encíclicas-(imprensa de TAN), "Diuturnum Illud", "Rerum Novarum", "O Sillon", "Lamentibili" e o juramento anti-modernista, "Uma Luzinha no Céu" de TAN, "Satis Cognitum". Cadastre-se homens para ver que a Fraternidade representa ainda o que a Igreja Católica sempre tinha representado.

    Vamos ter ordenações sacerdotais em Winona o sábado 22 de junho. O mais numerosos que estejam chegando para agradecer e mostrar sua alegria e apreciação aos quatro novos sacerdotes "Lefebvristas", o mais Deus certamente estará inclinado acordar vocações. Venha e enche nossos prados com seus filhos, a fim de encher seu seminário com seminaristas!

    Dom Richard Williamson
    http://www.leofec.com/bishop-williamson/275.html
    We conclude logically that religion can give an efficacious and truly realistic answer to the great modern problems only if it is a religion that is profoundly lived, not simply a superficial and cheap religion made up of some vocal prayers and some ceremonies...

     

    Sitemap 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16